COMO CONVERTER KPF PARA EPUB?

COMO CONVERTER KPF PARA EPUB?

Você ou o profissional que contratou, provavelmente diagramou seu EBOOK no Kindle Create e gostaria de aproveitar o arquivo para publicar em outras plataformas e as mesmas só aceitam o EPUB ou outros formatos.

Aqui vou mostrar a solução, mas lembrando que o Kindle Create, até a publicação deste POST, está implementando a exportação do projeto também para EPUB.

Então vamos lá. Você vai utilizar a ferramenta  CALIBRE para a conversão.

Se ainda não tem, faça o download no link abaixo.

Escolha a versão de instalação e inicie o mesmo. O processo de instalação é bem simples.

Depois de concluído, você vai precisar instalar dois plugins. Bem que eles poderiam ser nativos da ferramenta, mas até o momento da publicação deste POST, você vai precisar instalar a parte.

Escolha os dois plugins abaixo:

Depois de fazer o download, você vai abrir o aplicativo CALIBRE. Logo em seguida, você vai em PREFERÊNCIAS/PLUGINS para instalar os plugins.

Logo em seguida você vai clicar em Carregar plugin a partir de arquivo e carregar os plugins na pasta onde fez download.

Com os plugins instalados, você vai precisar desativar um outro plugin que vem ativo de padrão. Esse passo é muito importante.

Você continua no mesmo local onde instalou os plugins e vai em Tipo de arquivo. Selecione o plugin KPF Extrac por Kovid Goyal e clique em Ativar/desativar plugin. O ícone do plugin vai ficar cinza, sinalizando que foi desativado.

Pronto. Configuração concluída.

Você vai perceber que deu tudo certo, quando o arquivo de origem foi reconhecido como KPF.

Agora é só converter o seu LIVRO.kpf Escolha o formato EPUB ou o que desejar e inicie as configurações de conversão. Preencha as informações de Metadados.

Depois vá em Configurar de página e confira os perfis de saída e de entrada.

Logo em seguida, clique em Índice e marque a opção Forçar o uso do índice gerado automaticamente.

Depois é só voltar nos Metadados e clicar em OK.

Conversão concluída. Agora vai na pasta onde foi convertido seu arquivo e conquiste o mundo.

Caso queira conferir esse tutorial com mais detalhes, veja o vídeo no canal.

Comentários

COMO CADASTRAR A CONTA BANCÁRIA DO C6 BANK NO KDP?

COMO CADASTRAR A CONTA BANCÁRIA DO C6 BANK NO KDP?

O processo de cadastramento da conta C6 BANK no KDP para recebimentos de royalties de vendas na Amazon é simples. Caso queira saber o processo de cadastramento do INTER e NUBANK já tem o passo a passo.

Mas vamos ao cadastramento da conta digital C6 BANK  no KDP.

Lembrando que você pode cadastrar a conta sendo de terceiros. EX: pai, mãe, etc. Só se atentar que nas informações de tributação tem que ter o nome deles também.

Onde seu banco está localizado?

Você vai selecionar o Brasil

Código BIC

É o código BIC/SWIFT. O código deles é:

CSIXBRSP

Você também pode consultar o código BIC/SWIFT de todos os bancos aqui:

Nome do titular da conta

Só colocar o seu nome completo ou da pessoa que esteja cadastrando a conta.

Código do banco

Aqui é o número do Banco. O do C6 BANK  é:

336

Você pode consultar o número de todos os bancos:

Código da agência

Agência do C6 BANK  que é padrão:

0001

Número da conta

Aqui é só inserir o número da sua conta. Consulte no seu aplicativo. Depois insere o número da conta novamente.

Depois é só clicar em ADICIONAR

Pronto, conta cadastrada.

Vai aparecer as lojas da Amazon a qual a conta C6 BANK , estará habilitada para receber os royalties.

O ALERTA acima só está dizendo que somente no Brasil você receberá seus royalties sem o mínimo. Nas demais lojas vai ter que esperar acumular 100 dólares, euros, etc, para receber.

Caso queira conferir esse tutorial com mais detalhes, veja o vídeo no canal.

Comentários

COMO CADASTRAR A CONTA BANCÁRIA DO INTER NO KDP?

COMO CADASTRAR A CONTA BANCÁRIA DO INTER NO KDP?

O processo de cadastramento da conta INTER no KDP para recebimentos de royalties de vendas na Amazon é simples. Uma das grandes vantagens de ter uma conta digital é a praticidade de tudo ser digital e de não ter que pagar tarifas para manutenção de conta. Se bem que você pode ter uma conta convencional sem pagar tarifas de manutenção. Para isso sua conta tem que ser na modalidade essencial.

Mas vamos ao cadastramento da conta digital INTER no KDP.

Lembrando que você pode cadastrar a conta sendo de terceiros. EX: pai, mãe, etc. Só se atentar que nas informações de tributação tem que ter o nome deles também.

Onde seu banco está localizado?

Você vai selecionar o Brasil

Código BIC

É o código BIC/SWIFT. O código deles é:

ITEMBRSP

Você também pode consultar o código BIC/SWIFT de todos os bancos aqui:

Nome do titular da conta

Só colocar o seu nome completo ou da pessoa que esteja cadastrando a conta.

Código do banco

Aqui é o número do Banco. O do INTER é:

077

Você pode consultar o número de todos os bancos:

Código da agência

Agência do INTER que é padrão:

0001

Número da conta

Aqui é só inserir o número da sua conta. Consulte no seu aplicativo. Depois insere o número da conta novamente.

Depois é só clicar em ADICIONAR

Pronto, conta cadastrada.

Vai aparecer as lojas da Amazon a qual a conta INTER, estará habilitada para receber os royalties.

O ALERTA acima só está dizendo que somente no Brasil você receberá seus royalties sem o mínimo. Nas demais lojas vai ter que esperar acumular 100 dólares, euros, etc, para receber.

Caso queira conferir esse tutorial com mais detalhes, veja o vídeo no canal.

Comentários

O QUE É E COMO USAR O KINDLE PREVIEWER?

O QUE É E COMO USAR O KINDLE PREVIEWER?

O Kindle Previewer é uma ferramenta da Amazon para pré-visualização de livros digitais. Uma ferramenta pensada para analisar a diagramação do seu EBOOK. Com ele, você consegue visualizar como seu livro digital vai chegar ao seu leitor.

A Amazon tem o Kindle Create para diagramação de livro digital e nele tem um pré-visualizador igual ao Kindle Previewer. Então se você faz a diagramação nessa ferramenta o Kindle Previewer não é necessário, mas pode acontecer certas situações.

1- Se alguém fez a diagramação por você no Kindle Create e gerou o .KPF para publicação na Amazon, mas que você gostaria de analisar antes a formatação. Então com o Kindle Previewer você consegue analisar seu EBOOK.

2- Se você ou alguém fez a diagramação do WORD ou outros aplicativos e gerou um .EPUB ou o próprio WORD.  Então com o Kindle Previewer você consegue também analisar seu EBOOK nesses formatos.

Sim, entendi, mas no KDP onde publicamos nosso EBOOK, lá não tem como pré-visualizar nosso livro?

SIM, mas tem uma situação que pode ser chata.

Se você contar só de analisar seu livro no pré-visualizador do KDP, na hora que estiver publicando, caso encontre algum problema, tem que parar de publicar e pegar seu arquivo para corrigir.

Pré-visualizando antes com o Kindle Previewer, você já consegue identificar todos os problemas e corrigir antes. Com esse processo, você não precisará pré-visualizar no KDP, pois o Kindle Previewer é uma ferramenta da própria Amazon e também não precisará interromper a publicação para corrigir possíveis problemas de diagramação.

Entendi, mas agora como utilizar essa ferramenta?

Você pode baixar o Kindle Previewer no site da Amazon.

O processo de instalação é bem simples. Com esse procedimento concluído é só abrir.

Para abrir seu livro diagramado na ferramenta é só arrastar para dentro do Kindle Previewer ou ir no menu superior em [Arquivo] > [Abrir Livro]

Formatos aceitos até o momento são

[*.kpf *.mobi *.azw *.epub *.htm *.html *.xhtml *.opf *.prc *.azw3 *.azw8 *.doc *.docx]

Com seu EBOOK aberto, agora você pode analisar todo seu material. Encontrando problemas, só voltar com o arquivo para diagramação e carregar novamente no Kindle Previewer depois de tudo corrigido.

Tem um vídeo no CANAL que em que eu mostro todos os detalhes da ferramenta e de como simular a pré-visualização do seu livro digital em vários dispositivos de leitura.

Comentários

ENTENDENDO OS CÁLCULOS PARA DIAGRAMAÇÃO DE LIVRO IMPRESSO

ENTENDENDO OS CÁLCULOS PARA DIAGRAMAÇÃO DE LIVRO IMPRESSO

O processo de diagramação de um livro impresso pode parecer complexo, mas depois que entendemos a dinâmica das dimensões e dos cálculos, tudo fica mais simples na hora de montar sua capa.

Antes de iniciar a diagramação da sua capa de livro impresso, você precisa saber a quantidade de páginas que seu miolo vai ter. Ela é essencial para o cálculo de lombada. Então você precisa diagramar primeiro o conteúdo da sua obra.

É também a partir do miolo que você define o tamanho que vai ser seu livro (largura x altura).

No padrão NACIONAL os mais utilizados são o 14 X 21 cm e o 16 X 23 cm. No KDP 5,5 X 8,5” (13,97 X 21,59 cm) e 6 X 9” (15,24 X 22,86 cm), mas existem muitas outras medidas em ambos.

Tem um vídeo no meu CANAL que eu mostro como escolher o tamanho ideal para diagramar seu livro.

Abaixo mostro o padrão de margens que utilizo nas minhas diagramações. Não é uma regra absoluta essas medidas. Você pode variar ao seu gosto, mas se atente ao mínimo de 1 cm em todo o miolo.

Atente-se em fechar seu miolo com páginas múltiplas de quatro. Isso influencia na composição dos cadernos para montagem do miolo, principalmente em livros com poucas páginas.

Depois de definido o tamanho, vamos seguir com o mesmo padrão da capa.

Do exemplo acima, no NACIONAL, as orelhas são de 7 cm, mas você pode variar esse tamanho. O mínimo é de 4 cm e o máximo depende do limite da largura da sua capa. Se ela for de 14 cm o máximo de orelha seria de 12 cm.

No INTERNACIONAL, modelo do KDP, não possui orelhas.

Consulte a sua gráfica e as plataformas de publicação para ver qual o tamanho de orelha se tem o melhor aproveitamento de papel. Eu utilizo 7 cm, pois pela minha consulta, esse tamanho evita desperdício de papel e isso ajuda a diminuir o custo de impressão.

A sangria padrão utilizada nas gráficas e nas plataformas de publicação do Brasil é de 5mm (0,5 cm) e no KDP 3,2mm (0,32 cm).

A LOMBADA

Essa parte requer atenção. Muitas das gráficas, quando solicitamos o orçamento ou nas plataformas de publicação como o KDP, UICLAP e BOK2, no momento que carregamos o miolo diagramado, fornecem o tamanho da lombada, mas você pode calcular a parte, caso utilize uma plataforma ou gráfica que não forneça essa informação.

Aqui no site tem uma calculadora de lombada para livro impresso ONLINE e o KDP tem sua própria calculadora.

Também tem um vídeo no CANAL onde ensino a utilizar as calculadoras.

ATENÇÃO: Livros com poucas páginas podem ter a lombada grampeada. Consultar o limite nas plataformas ou gráficas da sua escolha.

Com a medida da lombada em mãos é só alterar no modelo. É um processo bem simples.

Já vou mostrar como alterar essas medidas nos modelos do InDesign disponibilizados gratuitamente.

No exemplo abaixo mostro a disposição dos elementos que utilizo na capa. Novamente, não é uma regra absoluta a posição deles. Fique à vontade para posicionar os mesmo conforme a necessidade do seu projeto.

Como alterar as medidas de lombada no InDesign?

Primeiro, você seleciona a ferramenta de página à sua esquerda.

Seleciona a lombada.

Com isso, vai habilitar acima, para você alterar as dimensões. Só alterar a largura, inserindo o valor calculado da lombada ou o valor fornecido pela plataforma de publicação ou gráfica.

Depois disso, a lombada será ajustada e agora só reposicionar os elementos da lombada, alinhando ao centro dela.

Com sua capa finalizada é só exportar para .PDF de IMPRESSÃO e mandar ver na publicação.

Para conhecer vários processos de publicação e diagramação em detalhes, confira os vídeos no CANAL.

Seguimos na luta e sempre em frente🚀

Comentários

COMO GERAR CÓDIGOS DE BARRAS PARA ISBN GRATUITAMENTE?

COMO GERAR CÓDIGOS DE BARRAS PARA ISBN GRATUITAMENTE?

O ISBN é o número identificador da sua obra. É a identidade da sua obra. No Brasil a única entidade que emite o número de  ISBN é a CBL e o mesmo tem seu custo.

O KDP também fornece número de ISBN para seus livros impressos e gratuitamente, mas esse só pode ser utilizado dentro do KDP. O emitido na CBL, você pode utilizá-lo na sua obra para publicar em qualquer plataforma e até mesmo no KDP.

Tem um vídeo que falo sobre isso e também tem vários vídeos de como emitir seu número de ISBN na CBL.

Mas aqui no POST vamos aprender a gerar o código de barras do ISBN gratuitamente para você colocar na sua obra.

Atenção, o que é gratuito é o código, não o número de ISBN. O número de ISBN tem que ser emitido como expliquei acima.

Para você gerar o seu código de barras gratuito a partir do seu número de ISBN, você vai acessar o gerador aqui no site mesmo.

O gerador é um script universal para gerar código de barras. O código de barras nada mais é do que a representação gráfica do seu número de ISBN.

Depois de acessar a página é só inserir o seu número de ISBN, somente números. Logo em seguida é só clicar em GERAR.

Seu código aparecerá logo abaixo. É só clicar com o botão direito do mouse ou segurar na tela para salvar a imagem do seu código.

Depois disso é só inserir na contracapa da sua obra.

Tem plataformas como UICLAP e KDP que geram o código a partir do número de ISBN inserido no cadastro das informações, mas a posição do mesmo na contra capa é definido por eles. Se quiser escolher sua posição é só pegar seu código gerado aqui e na hora de cadastrar nas plataformas de publicação, desativar a geração de código de barras automaticamente.

Nos vídeos abaixo explico esse processo de publicação em algumas plataformas.

Comentários

O QUE PRECISA PARA TER UM SITE?

O QUE PRECISA PARA TER UM SITE?

O site é uma ferramenta importante, onde mostramos profissionalismo e tudo o que podemos oferecer, seja de produtos ou serviços, de forma organizada e objetiva.

Para o autor, artista de um modo geral, o site é seu currículo. Seu portfólio. É a forma que você tem de apresentar seus trabalhos de forma profissional onde se tem o controle de tudo que pode oferecer.

Você, se entendeu a importância de ter um site, mas ainda não sabe o que precisa para ter um, vou explicar tudo passo a passo.

DOMÍNIO

É o endereço do seu site: https://www.leandrovsilva.com.br

Você chegou até essa página, por meio de um dos meus domínios. leandrovsilva.download

A primeira coisa a escolher é o nome do seu endereço. Por exemplo, eu uso o meu nome de autor: LeandroVSilva.

Sendo que não basta só escolher um nome e pronto. Só registrar esse domínio. Não! Você precisa saber se ele está disponível. Se nenhuma outra pessoa já o registrou. Então se você pensou em um nome legal, mas ele já foi registrado, não adianta nada.

A página que você pode consultar e até adquirir é a GODADDY. Faça suas pesquisas e veja o que está disponível. Conseguindo ter uma ideia de nome interessante que ninguém esteja usando, adquira o quanto antes.

O pagamento de domínio é anual, mas você pode pagar por mais anos à escolha.

Os endereços mais comuns são os terminados em .COM e .COM.BR , mas existem muitos outros, como por exemplo dessa página que é .DOWNLOAD

Escolha o nome e as terminações que podem atender aos seus objetivos e estratégias de mercado.

SERVIDOR (HOSPEDAGEM DO SITE)

É onde o seu site vai ficar hospedado. Ele precisa estar online 24h e os servidores que garantem isso.

Existem várias plataformas que oferecem esse serviço. Uma que gosto muito e acho bem prático de utilizar, até mesmo para quem não tem tanta experiência é a HOSTINGER.

Existem várias plataformas que oferecem esse serviço. Uma que gosto muito e acho bem prático de utilizar, até mesmo para quem não tem tanta experiência é a HOSTINGER.

Os custos de servidor são mensais, mas você pode pagar por períodos maiores de uma vez e ter um desconto por isso.

CONSTRUÇÃO DO SITE

Essa é a parte em que você começa a montar seu site. Você pode fazer no código puro (HTML, CSS, JAVA SCRIPT, etc) e hospedar no seu servidor contratado ou utilizar de serviços de construção que as próprias plataformas de hospedagem oferecem.

Eu particularmente gosto de utilizar o WORDPRESS. Um sistema que você pode construir seu site de forma mais dinâmica por meio de temas, templates e complementos com plugins.

Muitas  plataformas de hospedagem oferecem a instalação do WORDPRESS de forma simples e automática. Na HOSTINGER mesmo, você perceberá que é bem simples e com poucos cliques já estará com o WORDPRESS pronto para começar a criar seu site.

Muitas  plataformas de hospedagem oferecem a instalação do WORDPRESS de forma simples e automática. Na HOSTINGER mesmo, você perceberá que é bem simples e com poucos cliques já estará com o WORDPRESS pronto para começar a criar seu site.

PLUGINS WORDPRESS

O WORDPRESS tem essa facilidade de complementar funções e até aprimorar o layout por meio de PLUGINS. Os PLUGINS são códigos extras que têm diversas funções que podem dar mais poder ao seu site. Seja criar um sistema de assinaturas, como deixar seu site com um layout poderoso.

Para layout, o que acho mais importante é o ELEMENTOR. Com ele seu site ficará em outro nível, mas para ter todas as suas funções você vai precisar ter a versão PRO e ela tem um custo que pode ser elevado para quem está começando. Mas a longo prazo, se puder investir, INVISTA. Com ele você não dependerá de temas do WORDPRESS e poderá ter o seu site conforme sua necessidade e de forma simplificada.

Esse é o caminho para você ter um site que te dará muito mais controle e funcionalidades, mas existem opções como WIX que te dá o SERVIDOR, DOMÍNIO e CONSTRUÇÃO DE SITES em um único lugar. A desvantagem é que pode limitar muito as funções que você possa desejar ter.

No vídeo abaixo falo mais sobre sites e no CANAL ainda terá muito conteúdo nessa área.

Comentários